Mel: como escolher o melhor?


O mel quando puro, têm mais de 70 substâncias que contribuem para a saúde. Encontrar essa doçura ou distinguir um de qualidade tem sido difícil, pois produtos adulterados tem ocupado as prateleiras dos mercados, por isso fique de olho!

*Observe o rótulo do produto e o selo de inspeção sanitária. Se a produção do mel é municipal, só poderá ser vendido no município de origem. Se for estadual, não pode ser vendido fora do estado. Para que o mel seja comercializado em todo o território nacional, ele deve ter na embalagem o selo do Ministério da Agricultura. Ah, aproveite e leia no rótulo a lista de ingredientes, verifique se há algum tipo de aditivo como conservante, corantes, açúcar e outros. Se não tiver nenhum aditivo, o mel é puro.

*Quando você chegar em casa, para tirar todas as suas dúvidas, faça um teste simples: providencie um copo com água e uma colher de sobremesa de mel; adicione o mel na água, se ele se dissolver significa que ele é impuro, caso ele seja de boa qualidade irá afundar e se manterá sólido, não se diluirá na água. O melado de cana se dissolve facilmente na água, às vezes é adicionado ao mel e não incluído na lista de ingredientes.

*Quando bem manipulado, todo mel pode se cristalizar, é um bom sinal.

*Observe a coloração do mel. Ela varia de acordo com a florada que as abelhas buscam o néctar. Mel de flores silvestres é mais escuro do que o mel de flores de laranjeiras.

Tem mais dúvidas sobre esse assunto? Escreva nos comentários, será um prazer respondê-lo(a).

Bjo da nutri.

Comentários

Postagens mais visitadas