Nem peixe? Mas até Jesus comeu?


Ontem foi sexta-feira santa, para os católicos, o dia que mais se come peixe durante todo o ano, inclusive, por ser feriado, geralmente famílias e amigos se reúnem para passarem tempo juntos. E durante essas ocasiões é super comum alguém comentar com a gente: “Mas nem peixe? Até Jesus comeu!”. Você já foi questionado assim? Como você reagiu?

Eu fico super triste com esse tipo de questionamento. Pois às vezes a pessoa nem acredita em Deus e em sua Palavra, mas nesse contexto usa a Bíblia para justificar aquilo que lhe convém, seu consumo de carne. Mais decepcionada eu fico ainda, quando esse questionamento é feito por um cristão... Bom, vou responder de forma direta e depois vou explicar melhor meu posicionamento para você.

Em Lucas 24:42 e 43 diz: Então lhe deram um pedaço de peixe assado e de um favo de mel, o qual ele tomou e comeu diante deles. Veja, de fato Jesus Cristo comeu peixe.

Jesus era judeu, por isso eu acredito que desde os seus doze anos Ele também tenha comido carne de cordeiro, por ocasião da Festa da Páscoa. E de fato Lucas 2: 41 e 42 menciona: Ora, seus pais iam todos os anos a Jerusalém, à festa da páscoa. Quando Jesus completou doze anos, subiram eles segundo o costume da festa.

A Festa da Páscoa ocorria anualmente e representava a libertação do povo de Israel da escravidão imposta pelos egípcios. E durante essa celebração era sacrificado um cordeiro pascal (Êxodo 12: 1-14), símbolo da futura obra de Cristo. Eu imagino que Jesus participava da Páscoa com muita solenidade, com contrição comia a carne do cordeiro. Ao contrário de um churrasco e bacalhoada em geral, onde a carne é usada para satisfazer o apetite.

(...) Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado (I Coríntios 5:7 – Revista e Atualizada).

(...) Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. (I Coríntios 5:7 – Kim James).

A libertação de Israel do Egito era uma representação da redenção de Cristo Jesus pela humanidade. Da mesma maneira que na primeira Páscoa o sangue do cordeiro livrou os israelitas da morte, por meio do sangue de Jesus Cristo derramado na cruz, você e eu também somos libertos da morte eterna. Por isso, hoje não existe nenhuma necessidade de sacrificar e comer animais, inclusive cordeiros. Jesus Cristo, por meio de sua morte na cruz aboliu de vez os sacrifícios de animais. Jesus é o cordeiro de Deus (João 1:29), o verdadeiro cordeiro pascal que foi morto (Isaías 53:7; Apocalipse 5:12). Isso é tão interessante, que a morte de Jesus Cristo ocorreu durante a Festa da Páscoa (João 19:14).

Para alguns a páscoa é apenas um feriado, ou ocasião para comer ovos de chocolate. Para mim a páscoa representa a maior prova de amor, misericórdia, perdão, graça, libertação, redenção, significa o sacrifício de Jesus Cristo na cruz.

Ah Lydiane, mas Jesus ainda comeu peixe!!

Imagine como era a vida há 2000 anos? Você trocaria sua vida dos dias atuais por uma de dois séculos atrás? Você vestiria as mesmas roupas, calçaria as mesmas sandálias, construiria as mesmas casas e trabalharia nos mesmos ofícios? Seja sincero(a)! Naquela época não existia direitos humanos, muito menos direito dos animais.

Se liga, Jesus viveu em um lugar específico, com costumes particulares, num período beeem diferente do nosso, em que comer peixe não trazia impactos ambientais e prejuízos a saúde como atualmente. Jesus Cristo é amor, se ele vivesse aqui, em pleno século 21 ele seria um dos ativistas mais engajados na causa, jamais seria coadjuvante do sofrimento animal. Eu tenho plena certeza disso!

Não existe nada neste mundo que eu confie mais, do que Jesus Cristo e sua Palavra. Você pode discordar, eu respeito, mas te convido a estudar a fundo as descobertas arqueológicas do último século, que evidenciam a veracidade da Palavra.

Jesus é o criador de todas as coisas e a Bíblia é o Manual do Fabricante. Logo no início o Manual menciona que nossa alimentação deveria ser baseada em plantas, inclusive a alimentação dos animais (Gênesis 1:29 e 30). Também há recomendação de que os animais seriam nossa companhia e deveríamos cuidar deles, não os maltratar.

Quem mata um boi é como o que tira a vida a um homem (...) (Isaías 66:3).

É verdade que com o dilúvio as árvores foram derrubadas, não havia plantas, então por essa ocasião Jesus Cristo permitiu que os sobreviventes comessem alguns animais e ainda orientou que não comessem gordura e sangue (Gênesis 9:2-4, Levíticos 11). Nunca foi intenção de Jesus que a humanidade continuasse a comer carne, tanto é que Ele deu o maná aos israelitas no deserto, incluiu nos mandamentos “Não matarás” (Êxodo 20) e menciona que na eternidade não haverá morte (Isaías 11:6-9).

Hoje há uma quantidade imensa de plantas para nós comermos, sobretudo no ocidente, não há desculpas para mantermos o consumo de alimentos de origem animal.

Eu poderia falar muuuito mais, porém esse assunto é bem profundo. Talvez escrevo mais nos próximos artigos. Que esse assunto impressione sua consciência, o impulsione à ação e que sejamos libertos da ignorância, certinho? 

Grande bjo da nutri.

Desejo melhorar minha saúde e qualidade de vida através da alimentação! Preciso de sua ajuda!

Quero receber ajuda extra para seguir firme com a reeducação alimentar e receber de brinde e-books de receitas saudáveis e muito mais.

Aproveite e curta nossa página no Facebook e Instagram! Lá você encontra informações valiosas sobre emagrecimento consciente e nutrição vegetariana em todos os ciclos da vida, e muito mais.

Nenhum comentário:

Não serão liberados para publicação os comentários que contenham ofensas ou palavras agressivas, links para sites duvidosos, ilegais ou mensagens de cunho publicitário. Caso seu comentário não seja aprovado imediatamente, aguarde. Em breve ele será moderado e você, comunicado por e-mail sobre a liberação. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia do Blogger.