Fracionar a ingestão de proteínas após exercício pode interferir na hipertrofia muscular

Já é consentimento de muitos que a ingestão proteica, após o exercício físico de hipertrofia, favorece o aumento de massa muscular, quando combinado com a ingestão de carboidratos, reduzindo assim, a degradação proteica e que o aumento da massa muscular ocorre como consequência do treinamento, assim como a demanda proteica, não sendo o inverso verdadeira. Certo?

Bom, recentemente pesquisadores apresentaram uma novidade no consumo de proteína e hipertrofia muscular. Verificou-se que o tempo e distribuição de ingestão de proteínas após o exercício pode interferir na hipertrofia muscular, ou seja, a distribuição da ingestão de proteínas é uma variável importante para promover a realização e manutenção da massa muscular.

Compararam-se três padrões diferentes de ingestão de 80 g de proteína, durante doze horas após o exercício de resistência em vinte e quatro homens treinados. Estes foram divididos em três grupos com os seguintes protocolos: 8 doses de 10 g a cada 1,5 horas (“pulse”), 4 doses de 20 g a cada 3 horas (intermediário), ou 2 doses de 40 g a cada 6 horas (“bolo”).

Todos os protocolos de ingestão aumentaram a síntese de proteína miofibrilar (SPM), mas o protocolo
“Intermediário” (4 doses de 20g a cada 3 horas) provocou maior SPM em comparação aos demais protocolos.

Assim, este estudo proporciona novas informações sobre o efeito de modular a distribuição da proteína sobre respostas anabólicas no músculo esquelético e tem o potencial para maximizar os resultados de formação de resistência para alcançar a massa muscular de pico. 

No entanto, mais importante do que adequar a ingestão de proteínas pós exercício, é dar atenção a alimentação diária de modo geral, a qual precisa estar balanceada em relação ao aporte energético, de carboidratos, lipídeos, vitaminas e minerais para que o ganho de massa muscular seja efetivo e eficiente. Funciona como  num treinamento para hipertrofia. Para "trincar" o corpo não basta trabalhar o abdômen, correto? É preciso definir braços e pernas também. Portanto, procure um nutricionista hoje mesmo, ele é o profissional ideal para elaborar uma Plano Alimentar Personalizado, ajustado ao seu objetivo. 

Abraços. 

Referência:
ARETA, J.L. et al. Timing and distribution of protein ingestion during prolonged recovery from resistance exercise alters myofibrillar protein synthesis. The Journal of Physiology, v. 591, p. 2319-2331, 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas