Perca peso após a gravidez sem muito esforço!



 Ainda não sou mãe e ainda não passei por uma gestação. Contudo, sou a prima-tia mais coruja da Thais, Igor, Nathalia e Isabella. E é claro, um dos meus maiores sonhos é ser mãe um dia... Poder dividir minha vida com um serzinho enviado por Deus para alegrar o meu lar!

Um dos maiores dilemas das mulheres durante a gestação é o excesso de ganho de peso. Porém quero dizer-lhes que é possível começar a perder peso desde os primeiros dias após o parto e, o que é melhor sem muito esforço! 

Amamente
Além de ser uma delícia, amamentar (pelo menos é o que percebo e o que muitas mães comentam comigo) é ótimo para perder peso. Isso porque o organismo usa reservas de gordura que foram acumuladas na gestação na produção do leite. Para você ter uma idéia, ao produzir os 700 ml do líquido (que é a quantidade que o bebê consome por dia, em média), o corpo queima 540 calorias. E quanto mais o seu filho mama, mais leite você tem, pois o processo é estimulado pela sucção da criança. Natureza sábia, não? Amamente!!

Coma bem
Se por um lado amamentar emagrece, por outro dá a maior fome. Para sair dessa equação cabendo no manequim de antigamente, o segredo é se alimentar bem, o que é bem diferente de comer demais. O ideal é fazer de cinco a seis refeições por dia e todas devem ser bem equilibradas. Isso significa que seu cardápio tem de ser rico em vitaminas, minerais, fibras e MUITO líquido (água, água de coco e sucos naturais), porém longe das refeições. E nem pense em dietas restritivas agora, porque você precisa de energia para produzir leite. Quando ficamos muito tempo em jejum, o organismo tende a armazenar gordura corporal como uma forma de reserva. A conseqüência além daquela barriguinha insistente é a redução do metabolismo: seu corpo só vai gastar energia para as funções vitais, como respirar, o que torna difícil queimar as calorias extras.

Consuma fibras
Com um bebê pequeno para cuidar, você vai ficar mais tempo dentro de casa. E como segurar a tentação de ficar abrindo a geladeira o tempo todo? Incluindo no cardápio alimentos ricos em fibras como couve, agrião, ameixa, laranja e grãos integrais. Esse nutriente aumenta a sensação de saciedade, ainda ajuda na digestão e previne constipação. Mas atenção é preciso beber muita água, senão as fibras podem ter efeito contrário e deixar o intestino preso.

Vista o seu bebê
Carregar o bebê no sling ou canguru também é uma espécie de musculação: enquanto você anda ou faz outras atividades, fica com um “pesinho” acoplado no seu corpo, o que acelera a queima de calorias. Mas tome cuidado com sua postura. Para quem ainda tem dores lombares é melhor usar o carrinho!!

Saia para passear
Não existe nada mais sociável que um bebê. Então aproveite o tempo de licença-maternidade para sair pelo bairro com ele no carrinho. Além de gasto calórico, você aumenta as chances de fazer outras amigas mães e depois, convidá-las para se exercitar ao seu lado! Pensa que bacana!! Você pode propor uma caminhada leve, em ritmo constante, ou seja, sem parar, e que dure de 20 a 30 minutos (um gasto de até 100 calorias). Em geral esse tipo de atividade não tem contraindicação, pois é de baixa intensidade. Vale lembrar que “bater perna” no shopping não é o mesmo que no parque, porque a cada parada em frente a uma vitrine, a freqüência cardíaca diminui, o que reduz a eficácia do exercício.

Brinque com o seu filho
Além de ser uma delícia, brincar com o bebê é um ótimo exercício. Mas escolha um horário em que o bebê esteja descansado e de bom humor para ajudá-la. Afinal tem de ser divertido para ele também!

Essas atitudes vão fazer aquela calça jeans fechar, e sem precisar suar!! Acredite! Um grande abraço!

Fonte: Crescer, jun. 2012

Comentários

Postagens mais visitadas