Alimentação na Síndrome do Intestino Irritável

Síndrome do intestino irritável é uma doença que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, afeta o cólon, parte do intestino grosso, causa gases, flatulências, diarreia e muitas dores, em alguns casos pode ocorrer obstipação. Com um reajuste no cardápio é possível tratar e até mesmo eliminar da sua vida esse grande desconforto. Quer ver como? Anote aí:

A primeira coisa a fazer é eliminar alimentos alérgenos: através de exames funcionais é possível verificar se você é alérgico até 95 tipos de alimentos, no consultório disponibilizo esse exame. Contudo, se não for possível realizá-lo recomendo que elimine do cardápio, durante seis semanas alimentos e substâncias que são mais alérgenas como o glúten, presente no no trigo, cevada, centeio, aveia e espelta, glúten aparece em todos os lugares, inclusive no pão, cereais, massas, molhos, biscoitos, bolos, doces, tortilhas e cerveja, entre outros alimentos. Outros alérgenos comuns incluem leite, fermento, ovos, milho, soja, amendoim e nozes. E em seguida, reintroduza cada um ao longo de um período de doze semanas. Essa é uma maneira eficaz de saber qual o 'gatilho' da síndrome no seu organismo. Lembre-se que os alimentos que você ingere precisam ser de alta qualidade, se possível orgânicos e não processados.

A segunda estratégia é o uso diário de probióticos: quando se trata da saúde do nosso intestino é importante que a microbiota intestinal esteja em equilíbrio. Nosso sistema imunológico está relacionado a integridade do nosso intestino, portanto quando nosso intestino não está feliz, todo nosso corpo se entristece. Infelizmente, alguns fatores como estresse, ansiedade, uso de medicamentos , água clorada, carne e alimentos processados pode jogar fora as bactérias benéficas para nosso corpo, causando inflamação no revestimento do intestino, deixando-o 'careca', o que atrapalha a absorção ideal de nutrientes.

Probióticos são as bactérias 'amigáveis' que mantêm o nosso sistema digestivo saudável. Probióticos naturais incluem chucrute, kefir, missô, tempeh. O vinagre de maçã também é ótimo para bactérias 'boas'. Um suplemento probiótico de boa qualidade pode funcionar também. Solicite seu nutricionista que prescreva para você.

A terceira estratégia é o uso de ervas digestivas: o estragão, funcho, cominho, coentro e anis juntos podem aliviar dores de estômago e reduzir o inchaço. Você pode utilizá-los para temperar alimentos, bem como preparar chás. 

Quarta estratégia é a utilização de fibras funcionais: elas regulam o funcionamento do nosso intestino, tais como a beta-glucanas que encontramos no farelo da aveia e o psyllium. O uso de 1-2 colheres de sopa de linhaça triturada na hora ou chia, também podem fazer maravilhas.

Outras estratégias importantes: muitos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável apresentam conflitos emocionais não resolvidos, uma sobrecarga e  tensão mental. Portanto, cuidar com carinho na nossa psique, nosso espírito é tão importante quanto cuidar de nossa alimentação. Yoga, meditação, oração ao levantar e deitar são atividades que fazem uma 'faxina' em nossa mente e podem fazer uma enorme diferença para a saúde gastrointestinal. Pode acreditar!

Ah, fracionar sua alimentação ao longo do dia ajudar a reduzir o impacto e pressão sobre o intestino. Ao fazer isso, os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável pode ser diminuído. Parece fácil? É sim!

Procure um nutricionista funcional, esse profissional é capaz de elaborar Planos Alimentares Personalizados que vão ajudá-lo(a) no tratamento da Síndrome do Intestino Irritável.

Bjo da nutri.

Comentários

Postagens mais visitadas