Peça agora os seus, é vapt-vupt!

Fruta de menos

Há um tempo postei aqui no nosso blog um artigo onde compartilhei minha curiosa experiência sobre os 'sucos' de caixinha. Se você ainda não leu, leia aqui, antes de prosseguir no artigo de hoje. Tenho certeza que você vai gostar. Já leu? Oba. Legal, então agora vou compartilhar com você uma pesquisa sobre essas bebidas, realizada pelo Instituto de Defesa do Consumidor - Idec, uma organização que tem o compromisso de lutar pelos direitos de nós, consumidores.
O Idec testou 31  amostras de néctar, identificou que 10 delas não têm a quantidade mínima de polpa ou suco de fruta exigida por lei. Além disso, a maioria das bebidas contém doses exageradas de açúcar. Pesquisa na íntegra acesse aqui.

Quer demonstrar carinho para seu filho, para quem você ama? Não ofereça 'sucos' de caixinha. O consumo excessivo dessas bebidas açucaradas é um dos fatores responsáveis pelo aumento de casos de obesidade e de outras doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes. O néctar pode ser um vilão da silhueta também por ser muito calórico. 
Não bastasse isso, os aditivos químicos adicionados a essas bebidas, como conservantes e corantes, não são seguros para crianças, pois os limites de segurança estabelecidos para o uso desses compostos são calculados em relação a um adulto. Estudos recentes relacionam o consumo de corantes ao aparecimento de alergias em geral, intoxicação alimentar e hiperatividade.

Dois conselhos da nutri amiga aqui, para você: 
- Consuma com moderação sucos integrais sem adição de açúcares, conservantes e corantes.
- Dê preferência sempre para as frutas in natura ou desidratadas s/ adição de açúcares.

Bjo da nutri.
Gostou? Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão liberados para publicação os comentários que contenham ofensas ou palavras agressivas, links para sites duvidosos, ilegais ou mensagens de cunho publicitário. Caso seu comentário não seja aprovado imediatamente, aguarde. Em breve ele será moderado e você, comunicado por e-mail sobre a liberação. Seu endereço de e-mail não será publicado.