Intolerância a lactose, o que é isso?

Após o desmame, todos os mamíferos perdem a maior parte da atividade intestinal da enzima lactase, responsável pela digestão da lactose presente no leite. A má digestão da lactose ocorre quando a quantidade desse açúcar no intestino delgado excede o valor compatível com a atividade e teor da enzima lactase presente. É uma ocorrência comum em adultos que apresentam baixa atividade da lactase intestinal. Nessa condição, a lactose que não é digerida transita para os intestinos e potencializa alguns sintomas.

A lactose mal absorvida é fermentada pela microbiota do cólon, produzindo ácidos graxos de cadeia curta, hidrogênio, metano, e dióxido de carbono. A produção excessiva desses gases pode fazer com que o indivíduo experimente distensão e dores abdominais, flatulência e cólicas intestinais, aumentando a pressão e o tempo de transito intestinal. A lactose mal absorvida também pode criar uma carga osmótica que atrai eletrólitos e água para dentro do intestino, resultando em um tempo de trânsito rápido e consequente perda de fezes (diarreia). Geralmente os sintomas ocorrem entre trinta minutos e duas horas após a ingestão do alimento contendo lactose, e pode se manifestar clinicamente como um incidente de intolerância a lactose.

A intolerância à lactose não deve ser confundida com alergia à proteína do leite. Embora ambos os compostos (caseína e lactose) estejam presentes no leite, eles apresentam distintos processos digestivos.


Aos que são um 'bezerrinho' e desejam consumir leite, para amenizar os sintomas dê preferência ao consumo de iogurtes produzidos com microrganismos vivos, pois a digestibilidade da lactose é melhor. Ou se preferir há no mercado leite com lactose reduzida o qual poder ser consumido como alternativa. Os intolerantes à lactose tem a opção de adquirir a enzima lactase isolada e acrescentá-la em alimentos com lactose, amenizando assim os sintomas da intolerância. Contudo, é importante que a pessoa intolerante faça um acompanhamento com nutricionista, profissional que desenvolve um Plano Alimentar Personalizado, com o objetivo de minimizar os sintomas do paciente e desse modo melhorar sua qualidade de vida.

Abração.



Comentários

Postagens mais visitadas