Reduzindo o desperdício de alimentos em sua casa

O planejamento e a seleção das compras são muito importantes numa casa, pois evitam a aquisição de excedentes, garante a qualidade dos produtos e facilitam a elaboração de cardápios, impedindo que os alimentos acabem no lixo. Quando o consumo racional se torna hábito, a rotina adequada às necessidades da família passa a ser aplicada sem grande esforço.

Faça um planejamento:
  • Elabore o cardápio da semana em função dos gostos e necessidades alimentares de sua família. A compra ficará mais barata, exigirá menos tempo e se realizará com maior facilidade se as refeições diárias estiverem decididas.
  • Antes de sair de casa para ir ao supermercado ou à feira, veja o que ainda resta na geladeira e nos armários. A lista de compras com os produtos que faltam deve ser preparada só depois dessa inspeção cuidadosa.
  • Procure ir ao supermercado após as refeições. O apetite acaba levando à compra de produtos desnecessários, em quantidades excessiva e até de muitos alimentos pouco ou nada nutritivos, mas apetitosos para quem está com o estômago vazio.
  • Siga a lista que preparou. Não se deixe impressionar pela propaganda de um produto que o associa à beleza e ao prazer, ou pelo fato de ele estar em oferta para comprá-lo em grandes quantidades. Comer a mesma coisa ao longo de um determinado período acaba enjoando, e o alimento vai se estragar.
  • Deixe para colocar por último no carrinho de supermercado os produtos perecíveis de geladeira ou congelador. Assim, eles passam menos tempo à temperatura ambiente, conservando melhor suas características.
  • Compre hortaliças, frutas frescas e produtos da safra semanalmente. Essa medida garante a reposição constante e, portanto, o frescor do alimento. Além disso, evita a compra de quantidades excessivas e permite ao consumidor acompanhar melhor os preços, percebendo abusos e aproveitando promoções.
  • Procure comprar a porção do tamanho de sua família. Atualmente, já existem porções embaladas individualmente, para atender às necessidades do consumidor. Mas preste atenção: apesar de evitarem o desperdício, às vezes esses produtos são mais caros. É preciso pesar a relação custo-benefício nesse caso.
Seja um consumidor consciente!!

Comentários

Postagens mais visitadas