Peça agora os seus, é vapt-vupt!

Cálcio sem laticínios

'É muito difícil obter cálcio de qualidade sem laticínios'. Vira e volta eu ouço essa frase, tanto por amigos como profissionais de saúde. Por isso, hoje investi alguns minutos para desmascarar esse mito. Quero que fique bem claro, que nem todos possuem tolerância a lactose e alergia a caseína e demais proteínas dos laticínios, contudo, a maioria dos adultos têm apenas 5-10% da enzima lactase que tinham quando crianças, enzima responsável por digerir a lactose, açúcar do leite. Com a deficiência de lactase, o açúcar do leite não digerido acaba no intestino como o meio de cultura ideal para o crescimento de bactérias nocivas. Isso também pode levar a excesso de toxinas e muco no corpo (sistema respiratório e genital) e um aumento da tendência para o ganho de peso.

No Brasil, produtos lácteos são pasteurizados, um processo que destrói todas as enzimas vivas do leite, incluindo a enzima fosfatase, o que é importante para a assimilação de cálcio. "Ironicamente, a osteoporose tende a ocorrer em países onde há maior ingestão de produtos lácteos ricos em proteínas e cálcio", diz o Dr. Campbell, chefe do Projeto China, o grande estudo mais abrangente já realizado sobre a relação entre a dieta e o risco de desenvolver a doença. Nos últimos anos, fiquei chocada com as pesquisas cientificas que relacionaram o consumo de laticínios e acne, uma verdade que revela que os laticínios não são tão amigos assim.

Para uma dieta vegetariana e rica em cálcio, basta conhecer os facilitadores da absorção, evitar os 'ladrões' de cálcio e planejar o cardápio. A absorção do cálcio não acontece na ausência de vitamina D, produzida pela pele em resposta à luz solar. Isso é uma problemática, infelizmente a maioria dos brasileiros apresentam deficiência dessa vitamina e sabe por quê? Por incrível que pareça não tomamos 'banho de sol' diário suficiente... Acordamos cedinho, as vezes o sol ainda nem surgiu, entramos no carro, ônibus ou metrô, passamos o dia trabalhando em salas fechadas, o expediente encerra, o sol já foi embora e você e eu nem vimos a cara dele. Essa rotina parece familiar?A cafeína atrapalha a absorção de cálcio.

Os vegetais verdes têm taxas de absorção de cálcio de mais de 50%, em comparação com 32% no leite. Você pode receber abundância de cálcio ao consumir regularmente suco verde e saladas preparados com couve, brócolis, agrião e repolho, por exemplo. Oleaginosas como azeitona, amêndoas, gergelim e chia são ricos em cálcio e frutas como tâmaras.

O cálcio é melhor assimilado pelo organismo quando magnésio e manganês estão presentes em conjunto, então abuse das folhas verdes. Elas também são muito alcalinas, o que significa que não causam perda urinária de cálcio, a forma como os produtos lácteos produtoras de ácido fazem.

Alguma dúvida sobre esse assunto? Escreva nos comentários, em breve irei respondê-lo(a).

Bjo da nutri. 

Gostou? Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão liberados para publicação os comentários que contenham ofensas ou palavras agressivas, links para sites duvidosos, ilegais ou mensagens de cunho publicitário. Caso seu comentário não seja aprovado imediatamente, aguarde. Em breve ele será moderado e você, comunicado por e-mail sobre a liberação. Seu endereço de e-mail não será publicado.