Peça agora os seus, é vapt-vupt!

Alimentação na Síndrome do Intestino Irritável

Síndrome do intestino irritável é uma doença que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, afeta o cólon, parte do intestino grosso, causa gases, flatulências, diarreia e muitas dores, em alguns casos pode ocorrer obstipação. Com um reajuste no cardápio é possível tratar e até mesmo eliminar da sua vida esse grande desconforto. Quer ver como? Anote aí:

A primeira coisa a fazer é eliminar alimentos alérgenos: através de exames funcionais é possível verificar se você é alérgico até 95 tipos de alimentos, no consultório disponibilizo esse exame. Contudo, se não for possível realizá-lo recomendo que elimine do cardápio, durante seis semanas alimentos e substâncias que são mais alérgenas como o glúten, presente no no trigo, cevada, centeio, aveia e espelta, glúten aparece em todos os lugares, inclusive no pão, cereais, massas, molhos, biscoitos, bolos, doces, tortilhas e cerveja, entre outros alimentos. Outros alérgenos comuns incluem leite, fermento, ovos, milho, soja, amendoim e nozes. E em seguida, reintroduza cada um ao longo de um período de doze semanas. Essa é uma maneira eficaz de saber qual o 'gatilho' da síndrome no seu organismo. Lembre-se que os alimentos que você ingere precisam ser de alta qualidade, se possível orgânicos e não processados.

A segunda estratégia é o uso diário de probióticos: quando se trata da saúde do nosso intestino é importante que a microbiota intestinal esteja em equilíbrio. Nosso sistema imunológico está relacionado a integridade do nosso intestino, portanto quando nosso intestino não está feliz, todo nosso corpo se entristece. Infelizmente, alguns fatores como estresse, ansiedade, uso de medicamentos , água clorada, carne e alimentos processados pode jogar fora as bactérias benéficas para nosso corpo, causando inflamação no revestimento do intestino, deixando-o 'careca', o que atrapalha a absorção ideal de nutrientes.

Probióticos são as bactérias 'amigáveis' que mantêm o nosso sistema digestivo saudável. Probióticos naturais incluem chucrute, kefir, missô, tempeh. O vinagre de maçã também é ótimo para bactérias 'boas'. Um suplemento probiótico de boa qualidade pode funcionar também. Solicite seu nutricionista que prescreva para você.

A terceira estratégia é o uso de ervas digestivas: o estragão, funcho, cominho, coentro e anis juntos podem aliviar dores de estômago e reduzir o inchaço. Você pode utilizá-los para temperar alimentos, bem como preparar chás. 

Quarta estratégia é a utilização de fibras funcionais: elas regulam o funcionamento do nosso intestino, tais como a beta-glucanas que encontramos no farelo da aveia e o psyllium. O uso de 1-2 colheres de sopa de linhaça triturada na hora ou chia, também podem fazer maravilhas.

Outras estratégias importantes: muitos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável apresentam conflitos emocionais não resolvidos, uma sobrecarga e  tensão mental. Portanto, cuidar com carinho na nossa psique, nosso espírito é tão importante quanto cuidar de nossa alimentação. Yoga, meditação, oração ao levantar e deitar são atividades que fazem uma 'faxina' em nossa mente e podem fazer uma enorme diferença para a saúde gastrointestinal. Pode acreditar!

Ah, fracionar sua alimentação ao longo do dia ajudar a reduzir o impacto e pressão sobre o intestino. Ao fazer isso, os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável pode ser diminuído. Parece fácil? É sim!

Procure um nutricionista funcional, esse profissional é capaz de elaborar Planos Alimentares Personalizados que vão ajudá-lo(a) no tratamento da Síndrome do Intestino Irritável.

Bjo da nutri.

Gostou? Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão liberados para publicação os comentários que contenham ofensas ou palavras agressivas, links para sites duvidosos, ilegais ou mensagens de cunho publicitário. Caso seu comentário não seja aprovado imediatamente, aguarde. Em breve ele será moderado e você, comunicado por e-mail sobre a liberação. Seu endereço de e-mail não será publicado.