Peça agora os seus, é vapt-vupt!

Pizza na reeducação alimentar?

Oie queridos, pizza é quase irresistível, o cheirinho bom do molho misturado com orégano...humm, e quando na companhia de amigos é melhor ainda! Entretanto, se não controlarmos nossa gula a pizza pode agregar calorias extras na dieta e ainda disparar os números na balança. Dependendo do sabor, e ainda, se a pizza tiver borda de catupiry, um único pedaço pode somar mais de 600 calorias.

E por falar nisso, reflita:

Com que frequência eu como  pizza?
Qual foi a última vez que fui a uma pizzaria? Quantos pedaços de pizza comi nesse dia?

Reprograme o seu cérebro: A primeira sacada, quando o assunto é comer pizza de modo equilibrado é estabelecer na mente a frequência das visitas às pizzarias e o número fixo de pedaços de pizza que você vai se permitir comer. Sugiro aos meus pacientes no máximo 3 pedaços médios, sendo 2 pedaços salgados e 1 doce. Enquanto você completa a chamada para a sua pizzaria preferida ou faz o percurso para a mesma, repita 'no máximo 3 pedaços''3 pedaços é o suficiente', 'estou emagrecendo, vou comer apenas 3 pedaços'. Essa atitude parece ser boba e fraca, mas não é! Na verdade ela é 'a sacada'! 

Estabeleça critérios para o local: Evite rodízios, prefira casas que trabalham com pedaços de pizza em vez de apenas a pizza inteira, além de você poder escolher o sabor que você mais gosta, fica mais fácil mensurar a quantidade ingerida. Aqui em Goiânia temos opção de três pizzarias que trabalham com esse formato, a Mania do Pedaço, Pizza Pick e P di Pizza, particularmente a minha preferida! Lá Smurfs, La Barca e Di Pesto, são as vegetarianas mais saborosas da casa, e de sobremesa peço sempre Laranjeira. Aiaiai... me deu fome agora!! Acho que vou pedir uma já!! Eita, mas acabei de almoçar. Xô pra lá fome emocional!! Rsrs.

Estabeleça critérios para a pizza: sempre que possível, prefira massa fina, integral, sem bordas e que no recheio tenha menos queijo possível. Se você consome queijo, dê preferência para mussarela de búfala e ricota. No momento, ainda não conheço casas em Goiânia que ofereçam pizzas veganas, se souberem, me diga nos comentários que eu quero conhecer ligeiro. Combinado?

Quer receber ajuda extra para você seguir firme com a reeducação alimentar? Assine minha news e receba de brinde e-books de receitas saudáveis e muito mais.


Aproveite e curta nossa página no Facebook! Sempre você encontra informações valiosas sobre nutrição, alimentação saudável para emagrecimento, hipertrofia muscular, gestação e muito mais.

Bjo da nutri.

Leia Mais ►
Gostou? Compartilhe:

Calm e termine o mestrado


Oi queridos, é com muito carinho e afeição por cada um dos meus pacientes e seguidores que venho informar que vou atender normalmente até dia 28 de julho e vou me dedicar melhor ao mestrado e a docência. Por isso, aproveitem para agendar ainda esse mês sua consulta/retorno. 

Durante esses quase quatro anos ensinei muita coisa e também aprendi um montão com cada um que passou pelo consultório, com cada família que visitei. Aprendemos juntos a arte de cozinhar de modo saudável, sustentável, com menos produtos de origem animal e mais alimentos vegetais in natura e acima de tudo com saúde e sabor! 

Quero enfatizar aqui, que estarei à disposição para suporte e auxílio nas dúvidas e dificuldades. Contem comigo sempre que precisarem! Um super bjo da nutri
Leia Mais ►
Gostou? Compartilhe:

Super Alimentos - Canela


A canela é uma especiaria fantástica, que possui mais de 80 componentes bioativos. Uau!!

Alguns deles isoladamente ou em conjunto pode controlar o diabetes tipo 2 e reduzir problemas neurodegenerativos relacionados com a idade.

Sim! Acrescentar canela aos alimentos e preparações é eficaz para controlar a glicemia do sangue, pois retarda o esvaziamento gástrico e melhora a ação da insulina, diminuindo assim a resistência a insulina. Além de ser uma ótima forma de manter a memória ativa.

Lydiane, mas quanto de canela devo usar?

É bem simples e viável utilizarmos 1g/dia de canela, equivalente a 1 colher de café. Contudo, os estudos mostram que os benefícios são relativamente proporcionais a quantidade ingerida. 

A revista Diabetes Care, publicou em 2003 um estudo indicando que o consumo de 1,3g/dia de canela durante 40 dias contribuiu para reduzir significativamente a glicemia em jejum, triglicérides, colesterol total e colesterol LDL.

Então, use 1 1/2 colher (chá) de canela/dia:

  1. Nas frutas: banana, mamão, sua fruta preferida!
  2. No leite/bebida vegetal quente, ajuda a aquecer o corpo, além de deixar a bebida mais saborosa.
  3. Na vitamina/smoothie;
  4. Na receita do cookie ou bolo, você pode usar a canela em substituição a essências de baunilha, por exemplo.
  5. Em iogurtes;
  6. Banana da terra cozida, hummm... adoro!!
  7. No arroz doce, é bom que dá até para diminuirmos o uso de açúcar aqui, pois a canela ajuda a dar uma adoçada na preparação.
  8. Curau de milho, só polvilhar a canela por cima, dá um toque especial à preparação e à sua saúde e bem estar.
  9. No mingau de aveia;

Ah, me conta aí, vai? Como você usa canela na sua alimentação?

Quer receber ajuda extra para você seguir firme com a reeducação alimentar? Assine minha news e receba de brinde e-books de receitas saudáveis e muito mais.

Aproveite e curta nossa página no Facebook! Sempre você encontra informações valiosas sobre nutrição, alimentação saudável para emagrecimento, hipertrofia muscular, gestação e muito mais.

Bjo da nutri.


Leia Mais ►
Gostou? Compartilhe:

Nutrição na gestação

A gestação é um período cercado por muitas crenças populares de pouca evidência científica. por isso, é necessário compreendermos alguns aspectos nutricionais e fisiológicos dessa fase, caracterizada por várias descobertas e emoções.

Durante aproximadamente 40 semanas ocorrem modificações hormonais que alteram o comportamento, os hábitos, as condições estéticas e o bem estar da gestante. Por causa dessas transformações é comum surgir dúvidas sobre o que, quanto e quando comer.

Saber essas respostas é importante para que durante a gestação o ganho de peso seja controlado e de modo saudável. De modo geral, até o término da gravidez o ganho de peso deve variar entre 7-15 quilos, isso vai depender do estado nutricional da gestante.

O período gestacional é dividido em três trimestres, e para cada um deles o organismo tem necessidades específicas, tanto em relação a gestante, quanto ao feto. Veja abaixo algumas dicas que listei:
As primeiras 12 semanas são caracterizadas por enjoos, náuseas e vômitos que , comumente ocorrem pela manhã. Para evitar esse desconforto, se liga nessas dicas: consuma logo ao levantar alimentos mais secos e sólidos, como torradas, cookies; evite períodos longos de jejum e diminua o volume de líquidos ingeridos durante as refeições. Dependendo da gestante, também suplemento vitamina B6 e ácido fólico, micronutrientes que auxiliam na redução dos enjoos, na formação cerebral,do feto e na prevenção de depressão pós parto. 

Alimentos fonte de vitamina B6: gérmen de trigo é a principal fonte, você encontra facilmente em grandes mercados, tem um sabor diferenciado, mas cai muito bem em mingau, frutas, vitaminas e smoothies. Abacate, espinafre, banana e ameixa seca também, possuem boas quantidades de vitamina B6.

Os alimentos fonte de ácido fólico: farelo de trigo, também você encontra nos grandes mercados, vegetais verde escuro (espinafre, brócolis, aspargos, agrião, couve, rúcula).

O período que vai da 13ª até a 24ª semana gestacional deixa a gestante mais susceptível a infecções urinárias, além do desconforto abdominal se iniciar, por causa da distensão  muscular, crescimento da barriga. Nessa fase é interessante reduzir a quantidade de alimentos ingeridos por refeição, mas aumentar o números de refeições, bem como a ingestão de água e tomar suco de cranberry.

Durante esse trimestre o desenvolvimento do bebê é progressiva, ocorrendo maior formação dos tecidos, ossos e cartilagens do corpo, criação e fortalecimento do sistema imunológico. Nesse sentido aposte em alimentos ricos em vitamina C, e minerais como magnésio, fósforo e ferro.

Alimentos fonte de vitamina C: cranberry, acerola, laranja, mexerica, folhas verdes cruas.

Os alimentos fonte de magnésio: Semente de abóbora é a principal fonte, você encontra em grandes mercados e empórios naturais, amêndoa, melado e tofu.

Alimentos fonte de fósforo: cereais integrais (trigo em grãos, aveia, quínua e amaranto), lentilha.

Os alimentos fonte de ferro: azeitona preta (vai com calma, por causa do sódio, la-ve as em água corrente antes de usá-las), vegetais verde escuro (espinafre, brócolis, aspargos, agrião, couve, rúcula), castanha de caju, amêndoa, lentilha e demais leguminosas. A combinação de alimentos fontes de ferro e vitamina C é perfeito!

Na última fase da gravidez a formação óssea do bebê é concluída, e quando a gestante apresenta deficiência de cálcio, vitamina D e ferro pode ter sintomas como caibras, fragilidade de unhas e dentes. Sobre alimentos fontes de ferro já comentei acima.

Alimentos fonte de cálcio: sem dúvidas o gergelim é uma das melhores fontes, e supera a quantidade de cálcio que tem no leite. Mas semente de girassol, tofu e vegetais verde escuro (brócolis, aspargos, agrião, couve, rúcula) são excelentes fontes.

Os alimentos fonte de vitamina D: as principais fontes são peixes, o leite de vaca e a gema do ovo. Portanto, veganas e vegetarianas no consultório são incentivadas a tomar sol diariamente e se necessário suplementadas.

Quer receber ajuda extra para você seguir firme com a reeducação alimentar? Assine minha news e receba de brinde e-books de receitas saudáveis e muito mais.

Aproveite e curta nossa página no Facebook! Sempre você encontra informações valiosas sobre nutrição, alimentação saudável para emagrecimento, hipertrofia muscular, gestação e muito mais.

Bjo da nutri.
Leia Mais ►
Gostou? Compartilhe:

Meu filho não come alimentos saudáveis

Queridos, brincar e explorar o mundo são as prioridades das crianças e por vezes elas possuem dificuldade de entender a importância de alimentar de modo saudável. Por isso, como responsáveis delas, precisamos ensinar como fazer, e só isso não basta, é necessário ensinar fazendo! Aquela mania de dizer ''faça o que eu digo e não faça o que eu faço'' não cola! Crianças não são bobas, muitas vezes se mostram mais espertas do que nós adultos. 

Você deseja que seus filhos, sobrinhos, se alimentem adequadamente, com saúde? A grande sacada é você fazer isso primeiro! Podemos despertar nelas o desejo de experimentar algo, enquanto elas nos observam comer. Como já dizia Albert Schweitzer, 'dar o exemplo não é  a melhor maneira de influenciar os outros, é a única'. Portanto, deixe fruteira, armários e geladeira repletos de alimentos do bem. O que tiver na cozinha, com certeza, você e as crianças vão comer.  Sem dúvida esse é o primeiro passo.

Lydiane, coloco na mesa alimentos saudáveis, meu marido e eu  damos exemplo lá em casa, fazendo bom uso deles e mesmo assim meus filhos fecham a boca! Não sei mais o que fazer!

É comum ler nos e-mails que recebo esse tipo de questionamento. Por causa disso, escrevi o post de hoje com algumas estratégias para ajudá-lo nessa empreitada.
O momento das refeições precisa ser super esperado pelos pequenos. Estabeleça horários definidos, de modo que o organismo deles irá se acostumar. E nada de oferecer comida a todo o momento. Utilize jogos americanos de desenhos que a criança aprecia.  Talheres coloridos também atraem a atenção delas, deixando-as mais interessadas.
Peça para a criança ajudar no preparo, por exemplo de um suco, lavando as frutas. Essa atividade vai aumentar o vínculo afetivo entre vocês. Enquanto fazem isso juntos você pode dizer o quanto espera que o suco fique gostoso, elogie a fruta, o quanto ela é nutritiva e faz bem para as crianças e o quanto sua ajuda o deixa feliz.
Durante a refeição, dê um reforço positivo. Comente como o suco está saboroso, principalmente quando comparado aos dias anteriores, que o fato dela ter ajudado contribuiu para  que ele ficasse fabuloso!
Se possível coma junto, elas precisam ter uma 'referência' para imitar. 
Crianças adoram música! Antes de comer faça uma oração em forma de música (aprendi uma com minha avó e jamais esqueci, se quiserem aprender é só escrever nos comentários que compartilho com vocês), é uma forma de ensina-las a serem agradecidas e ao mesmo tempo deixa o momento descontraído.

A criança precisa de tempo para acostumar com o sabor dos alimentos. Prepare versões variadas de um mesmo alimento antes de determinar que a criança não aprecia. Por exemplo a cenoura: ofereça crua raladinha temperada com limão azeite e pouco sal, ou crua em palitos ou fatias finas, diferentes cortes mudam a textura e ligeiramente o sabor dos vegetais. Ou ainda cozida, varie nos cortes ou  refogada com outros vegetais que a criança já gosta.
É comum chegar na hora do almoço e a criança não querer comer. Geralmente isso acontece porque ela beliscou entre as refeições e ainda está com o estômago cheio ou avançou na jarra de suco, bebeu bastante e já não há mais espaço para o alimento sólido. Acima mencionei sobre fazer um suco, não há problema em tomar líquidos junto às refeições desde que seja em pequena quantidade, no máximo 100ml. Ou por birra mesmo ela se recusa a comer. Nessa situação como você reage? Você tem autoridade sobre seus filhos? Quem manda em quem?

Estabeleça um diálogo com a criança e investigue o motivo de não querer comer. Faça o prato dela, enquanto isso, diga com afeto, mas de modo sério, que aquela refeição foi feita com muito carinho, que o corpo dela precisa dos nutrientes contidos naqueles alimentos para ela poder crescer e se desenvolver bem na escola. E por isso, você vai guardar o prato e que quando ela estiver com fome você vai aquecer a comida. Enfatize, que ela não vai comer outra coisa até comer aquela comida. Mais tarde a criança vai pedir para comer outra coisa, seja firme e explique que ela poderá comer o que não havia comido no almoço. Com o tempo ela vai ceder! Depois que ela comer tudinho pergunte se estava gostoso. Às vezes você vai ser surpreendido com um 'humm, muito gostoso!'.

Quais são seus maiores desafios à mesa com as crianças? Você já utilizou outras estratégias que deram certo? Quais foram? Escreva nos comentários, quero saber.

Quer receber ajuda extra para você seguir firme com a reeducação alimentar? Assine minha news e receba de brinde e-books de receitas saudáveis e muito mais.

Aproveite e curta nossa página no Facebook! Sempre você encontra informações valiosas sobre nutrição, alimentação saudável para emagrecimento, hipertrofia muscular, gestação e muito mais.

Bjo da nutri.



Leia Mais ►
Gostou? Compartilhe: